sustentabilidade na produção hidropônica

sustentabilidade na produção hidropônica

a hidroponia é um modelo significativamente sustentável de produção, ao contrário do que muitos pensam! 

vamos lá, vou te contar um pouco do porque 🙂

em primeiro lugar, o que mais se sobressai é a economia em termos de energia, como também em consumo de água. isso porque toda a água utilizada na hidroponia é reutilizada, no sentido que a água corre da caixa até os perfis e, ao final, volta para a caixa, criando assim um fluxo de água reutilizável (o tal do circuito fechado). 

isso difere substancialmente das produções ditas convencionais, ou crescidas na terra. dado a extensão das plantações, uma quantidade muito grande de água é precisa para regar as plantações – a agricultura convencional é estruturada de maneira horizontal, usando grande parte dos hectares de terra para produzir. para regar, então, toda essa área, é necessário enormes reservatórios de água que nos permitem produzir mesmo sem chuva, gerando um gasto muito grande de água. 

em contrapartida, a hidroponia pode ser estruturada de maneira vertical, reduzindo a quantidade de espaço utilizado e tornando se uma solução viável para zonas urbanas onde se tem uma escassez de espaços. com isso, a hidroponia pode tornar uma zona improdutiva (sem uso prévio) em uma zona produtiva (como montar uma estrutura numa laje, num quintal, numa casinha de sapê…). 

fazenda hidropônica da fazu – vila olímpia

 apesar de crescer a base de água, o consumo de água em produções hidropônicas é 90% menor que em produções convencionais (dados Popsop). o reabastecimento da estrutura hidropônica varia com o tamanho da produção, mas hoje, produtores optam por reservatórios próprios de tratamento de água de chuva para produzirem. 

em relação ao consumo de energia, a hidroponia tem um ‘carbon footprint’ baixo. o ‘carbon footprint’, ou ‘pegada de carbono’, é uma medida que avalia a quantidade de gases estufas emitidos por um indivíduo, grupo ou organização. a quantidade de dióxido de carbono liberado pela produção hidropônica é significativamente menor devido a concentração das produções em espaços menores e a menor necessidade de usar grandes máquinas de irrigação movidos a base de combustíveis fósseis. 

além disso, a hidroponia urbana ainda se beneficia da proximidade da colheita e da entrega, podendo reduzir drasticamente o espaço percorrido para entregar um produto. hoje, o que acontece nas grandes cidades do Brasil é que diversos produtores satélites enviam seus produtores aos CEAGESPs locais e a distribuidores nas grandes cidades que entregam os produtos pros revendedores e usuários na cidade, gerando uma imensa cadeia de transporte que não só é insustentável ecologicamente, como também é improdutiva por estar fragmentada nas diversas etapas da cadeia de oferta. 

espero que tenham gostado!

Fechar Menu
Scroll Up
×