as plantas hidropônicas tem perda?

as plantas hidropônicas tem perda?

a perda de folhas na hidroponia-fazu é quase zero! por essa você não esperava né?

vou te contar os motivos pelo qual o nosso modelo hidropônico soluciona um dos maiores problemas atuais no mercado de hortaliças convencional.

de acordo com dados da secretaria de agricultura do Estado de São Paulo, as alfaces que circulam pelo CEAGESP tem cerca de 40-50% de perda, devido ao manuseio e a armazenamento impróprio. imagina essa cena: as alfaces são colhidas em toneladas e levadas da produção para uma caixa, onde depois serão colocadas dentro de um caminhão; depois, elas são transportadas do caminhão para o CEAGESP, onde eles são retirados do caminhão e colocados a demonstração para os clientes.

nesse processo, a alface é tocada por uma série de pessoas em lugares diferentes, o que faz com que as folhas sensíveis sejam quebradas e perdidas. 

o grande problema por trás disso tudo é a cadeia de distribuição desequilibrada que caracteriza essa indústria no Brasil. as diversas etapas que intermediam a produção e o consumo de hortaliças são fragmentadas de tal forma que o produto perde quase metade da sua dimensão até chegar ao final da cadeia. 

quando as folhas são colhidas da estrutura, sendo ela no centro urbano, e levadas em poucos minutos direto para o local de consumo, as perdas são reduzidas bastante!

faz sentido? por não passarem pelo estresse do manuseio e transporte num local como o CEAGESP, por exemplo. ao se praticar o conceito ‘farm to table’, é possível otimizar a qualidade e a entrega do produto, ao substituir esses intermediários por uma entrega direta do produtor ao consumidor.

além disso, o produto chega ao consumidor mais fresco por sair da fazenda e ser entregue imediatamente, mantendo sua temperatura ao longo do trajeto. 

legal né?

Fechar Menu
Scroll Up
×